A importância de utilizar logística no estoque de materiais

Mesmo estabelecimentos que tenham amplas lojas e fábricas, carecem de um armazém, ou até mesmo depósito, para estocar produtos de maneira adequada. Até se o estoque for pequeno, deve-se seguir certas exigências, para que seja prático movimentar, controlar e, impreterivelmente, manter estes produtos em condição adequada. Assim, será menos provável que sofram danos e/ou pereçam. Em longo prazo, estas medidas farão uma grande diferença, pois é de pouco em pouco que se faz muito. Saiba como usar o planejamento para otimizar o seu estoque!

Gerenciando o estoque

logistica-no-estoque

Conhecer e respeitar a natureza dos produtos

Muitas vezes, o administrador de empresas está comercializando um produto há pouco tempo e desconhece suas características, bem como os cuidados que deve ter. Por falta de conhecimento, pode ajuntar um material especifico a outros materiais que não carecem dos mesmos cuidados e, nesta brincadeira, acarretar um prejuízo muito grande. Para não correr o risco, antes de adquirir produtos em grande escala, não se pode deixar de inteirar-se dos modos de conservação, suportes necessários, temperatura, exposição, entre outros fatores. Planejando assim, não há erro: tudo correrá como previsto.

Preparar o estoque para atender demanda

O estoque deve estar condicionado de acordo com a quantidade e procura das mercadorias, levando em consideração as demandas temporárias e sazonais. Basicamente, isso quer dizer que: No natal, por exemplo, a quantidade de consumo de brinquedos aumentará significativamente, tanto que, se você tiver uma loja de departamentos, deverá delegar muito mais espaço para brinquedos e menos para panos de louça. Esta medida, mesmo que simples, é indispensável no processo de logística no estoque de materiais e pode fazer uma grande diferença na hora de colocar as considerações na ponta do lápis. Planeje antes e perceba os ótimos resultados terá adiante.

Controlar o sistema

Todo estoque deve ser controlado com a ajuda de um software de gestão. Isso influi no controle da quantidade de mercadoria, grupo e natureza de produto e, eventualmente, marca e linha.

Escolher prestadores de serviços qualificados

Em se tratando de comercialização constante, não se pode de jeito algum optar por prestadores que não tenham entrega agilizada e que não sejam flexíveis na negociação. Esqueça o preço por um momento e dê valor para um serviço personalizado. Os parceiros escolhidos devem, impreterivelmente, ser moldáveis ao seu negócio. Se você tiver um produto com muita procura, não pode correr o risco de ter falta. Invista em prestadores que fazem reposição rápida e que sejam cientes das necessidades da empresa.

Queime o estoque sem medo

Não dá para ficar receoso na hora de queimar o estoque. Alguns produtos passaram da hora de vender bem? Não hesite em livrar-se deles. Além de melhorar a logística no estoque de materiais, você pode utilizar o que arrecadou com a queima do estoque para investir em um produto mais procurado, através de uma forte pesquisa de mercado e público.

Crie padrão de descrição de produtos

Se um estoque tem muitos produtos duplicados ou itens de mesma natureza com códigos diferentes, é bem provável que a confusão seja constante ao determinar a entrada e saída de produtos. Isso influi no que? Não só na perca de tempo ao corrigir erros e contabilizar, mas também, no excesso de volume armazenado, que consequentemente, “toma espaço” de outras mercadorias que poderiam estar no estoque.

Dispor o almoxarifado de acordo com a entrada e a saída

Em nível de praticidade, esta prática é obrigatória. Defina quais itens saem mais, quais itens saem a nível médio e quais saem pouco e, após isso, acomode-os em seus lugares de “direito”. Isso quer dizer que, produtos mais procurados devem estar próximos da entrada ou da saída, e na parte mais baixa das prateleiras, facilitando a movimentação e o acesso.

Logística no estoque de materiais pode auxiliar no que?

vantangens-logistica-no-estoque

Redução de Custos

Se a logística no estoque de materiais for aplicada corretamente, os custos reduzirão drasticamente. Não são poucos os fatores que serão influenciados no bom gerenciamento da logística, mas, principalmente, a oferta e procura de produtos. Com um bom controle de estoque, é possível atender a demanda de forma mais qualificada, sendo que produtos que vendem mais em determinada época podem ser adquiridos em quantidade e armazenados, e a compra em vasta quantidade e antecipada permite descontos.

Tempo de reposição dos produtos por fornecedores

Tendo um planejamento bem gerido, o tempo de reposição e posterior comercialização do seu produto, será bem mais satisfatório. Opte por fornecedores, que assim como os prestadores de serviços, estejam cientes de como funciona sua empresa. São basicamente três etapas que envolvem a reposição e, se bem programadas, podem fazer uma grande diferença no aproveitamento do tempo dos seus funcionários e na comercialização dos produtos.

  • Emissão de Pedido
    A etapa começa no momento do pedido de compra, até o seu recebimento. Neste momento, é essencial que todas as informações estejam sincronizadas num software de gestão de estoque, para que funcionários não se encarreguem de funções excessivas e tramites burocráticos não embarguem a carga.
  • Produção do Pedido
    Neste processo, os materiais ou produtos são produzidos, separados, faturados e preparados para serem carregados. É muito importante, portanto, que processos como de paletização e unificação sejam comuns no trabalho do fornecedor, para facilitar o descarregamento e, consequentemente, evitar avarias.
  • Transporte do pedido
    O transporte do pedido compreende o tempo entre a saída do fornecedor, até a chegada à sua empresa. Esta etapa é uma das mais importantes, por envolver não apenas empresa e fornecedor, mas também, os serviços de transporte, que devem ser rigorosamente treinados ou contratados. Dependendo da carga e política empresarial, pode ser uma vantagem apostar, em comum acordo com o fornecedor, na terceirização de todo o processo logístico.
  • Otimização na demanda dos funcionários
    Fazendo um bom trabalho de logística, evita-se erros no controle do estoque e, consequentemente, retrabalho por parte dos colaboradores. A logística de estoque bem planejada otimiza a demanda dos funcionários, direcionando o tempo de trabalho à outras atividades necessárias.

Como você organiza a logística no estoque de materiais da sua empresa atualmente? Está satisfeito com os resultados que está tendo? Se não, chegou a hora de dar atenção para estas simples práticas, que no final do processo, geram ótimos resultados. Comece hoje mesmo a organizar o seu estoque e compartilhe conosco os seus resultados!